Sérgio Camargo deveria ser preso

O presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, tem atacado instituições e raças negras. O fato é tão doloroso e tão crucial que o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, mandou mensagem para os governistas do Congresso Nacional dizendo que não dá mais para que ele, Camargo, fique no cargo. A última foi uma publicação do presidente da Fundação Palmares nas redes sociais onde ele trata como “vagabundo” o congolês Moïse Kabagambe, espancado até a morte nos quiosques onde trabalhava no Rio de Janeiro, caso de grande repercussão internacional, que gerou protestos em todo o mundo. “Em tese foi o vagabundo morto por vagabundos mais fortes”, publicou Camargo. Não é possível que o presidente Jair Bolsonaro feche os olhos para tamanho delinquente que não respeita nada, nem ninguém. É um nazista, fascista e que deveria ser preso. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: