Quase 340 mil beneficiários da Amil estão sem atendimento médico no Brasil

Até agora, a transferência dos planos de saúde da Amil para um grupo liderado pela gestora Ford, que, por sinal, foi suspenso pela Agência Nacional de Saúde, deixaram os beneficiários com a mão na cabeça. Não têm atendimento médico, nem ambulatorial em nenhuma clínica. Só no Brasil mesmo. Não tem mais para quem apelar.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: