Usurpação árabe

Moradores das cidades de Candeias, São Francisco do Conde e Madre de Deus, todas na Bahia, têm se queixado da postura autoritária exercida pela Acelen, do grupo Mubadala. Depois que a empresa comprou os ativos da Petrobras nesse entorno, sucessivos casos de ameaças, inclusive com seguranças armados, passaram a ocorrer. A Acelen tem até ameaçado, segundo fontes desse site, derrubar casas e expulsar famílias que possuem moradia em Madre de Deus, sob o falso argumento de que tudo ali era da Petrobras. As ações e tentativas de invasão, ainda segundo nossas fontes, estão sendo ordenadas pelo diretor de patrimônio chamado Alexandre Pisapio Correa. Antes da função nebulosa que está exercendo para o conglomerado árabe, Pisapio passou pela PepsiCo e Raizen, está última do grupo Cosan, onde teria sido “convidado a sair” por orientação do compliance do Grupo Ometto. Nemamigoneminimigo seguirá apurando os relatos, a fim de saber se Alexandre Pisapio age com ou sem a anuência da Acelen.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: