Em defesa do meio ambiente, os baianos brilharam ontem em Brasília

Tanto no Supremo Tribunal Federal quanto no Congresso Nacional em defesa do meio ambiente, os baianos Caetano Veloso, Paula Lavigne, Lázaro Ramos e Daniela Mercury, além de outros nomes do mundo artístico como Christiane Torloni e Nando Reis, defendem o movimento 342 Amazônia. Diga-se de passagem que o senador do PT da Bahia, Jaques Wagner, que preside a Comissão do Meio Ambiente, também mereceu destaque na sessão que comandou pela manhã. Um fato é verdade: o mundo cultural e artístico do Brasil está contra Jair Bolsonaro. A reação é tão grande que Chico Buarque de Hollanda, que se submeteu a recente cirurgia, não pode ir pessoalmente a Brasília, mas falou pelo telefone com o presidente do Congresso Nacional. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: