O país dos homens

O advogado baiano Augusto Aras, que atualmente ocupa o cargo de procurador-geral da República, subordinado de Jair Bolsonaro, conseguiu ofender as mulheres com seu discurso machista no dia 8 de março. Segundo Aras, a mulher tem o prazer de escolher a cor da unha e o sapato que vai calçar. Nessa mesma fala homenageou as mulheres e filhas, como se essas fossem merecedoras de suas palavras. Além dele, Bolsonaro afirmou que as mulheres estão “praticamente integradas à sociedade”. Esses homens ainda não fazem ideia do lugar e poder das mulheres, acreditam que o país pertence aos homens.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: