Muito longe do paraíso

Privado pelo seu mentor político de chegar à mais alta Casa do Congresso, conhecida como “o céu”, o governador RC não tem tido um sono fácil. Das noites tranquilas de Ondina só restam lembranças. De uns tempos para cá o lamento triste de um velho leão de circo, resgatado pelo Zoológico, tem atrapalhado os seus sonhos. Se o companheiro Lula vencer, RC pode ganhar um lugar na Esplanada dos Ministérios, o que não é bem o céu, mas é perto do paraíso. Se prevalecer nas urnas a hipótese contrária, ele terá pela frente dois anos no inferno, sob o escrutínio de procuradores, antes de se aventurar a tirar de BR a cadeira de prefeito de Salvador. Ainda que Lula fique pelo caminho, mas o seu candidato ao governo vença, RC já sonha em continuar a mandar no Executivo estadual, como um poderoso chefe da Casa Civil, tal qual um Putin nas vestes do afoxé Filhos de Gandhi. Não será o céu nem o inferno, apenas um lugar de passagem, que permite aos seus frequentadores respirar sem a ajuda de respiradores.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: