A Odebrecht denunciou as empreiteiras baianas

Foi a Odebrecht, como mãe da corrupção do Brasil no setor de empreiteiras, que denunciou a OAS, a UTC e a Gautama. César pai e César Mata Pires Filho, da OAS, já morreram. Léo Pinheiro continua com várias condenações, também da OAS. Ricardo Pessoa, da UTC, também luta para se livrar das penas impostas. Apenas Zuleido Veras, da Gautama, conseguiu provar a sua inocência em dezenas de processos e, conforme o jargão empresarial, “está limpo”.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: