Centrão forte, esquerda fraca

Dados consolidados pela Justiça Eleitoral e pelos partidos mostram crescimento de 55% nas bancadas dos três principais partidos do Centrão, PL, PP e Republicanos, na Câmara dos Deputados depois do fechamento da janela eleitoral na última sexta-feira. Juntas, as três legendas dilataram de 116 para 180 parlamentares, sendo que o maior avanço se deu no PL, agremiação pela qual Jair Bolsonaro tentará a sua reeleição em outubro. O partido agora é o primeiro na Casa Legislativa com 75 integrantes, desbancando o PT que caiu para terceira posição. As principais legendas de esquerda, como PSB, Rede e PCdoB, encolheram. O Centrão se beneficia de alianças com o governo e do controle do orçamento secreto de mais de R$16 bilhões somente este ano. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: