Sem peças, Mercedes-Benz dá férias coletivas

A Mercedes-Benz colocará 5 mil trabalhadores da fábrica de São Bernardo do Campo, em São Paulo, em férias coletivas, além de paralisar a produção de 18 de abril a 3 de maio. O motivo é um velho conhecido: falta de semicondutores no mercado. A montadora já havia adotado medida semelhante no início de março também por problemas na cadeia de abastecimento de peças. Esperava-se que o fornecimento do componente fosse normalizado até o final do ano, mas a guerra na Ucrânia tornou o cenário mais incerto.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: