Congresso Nacional reage aos preços absurdos de passagens aéreas

Ontem, no Congresso Nacional, entrou em gestação uma medida para proibir que as empresas aéreas do Brasil continuem a cobrar o despacho de malas. Atualmente, por cada uma, o passageiro paga R$120. Assim mesmo quando a viagem é programada, se for de última hora, as empresas cobram R$180 por mala. Além dos preços absurdos, se o passageiro desistir, elas cobram 80% do preço da passagem de multa. A Anac não resolve e os parlamentares agora vão colocar, antes do recesso, a medida em votação.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: