Dólar sustenta alta de papel e celulose

Após semanas operando voláteis, Suzano e Klabin recuperaram o fôlego e fecharam em alta de 2,16% e 1,38% na B3. Ocorre que o dólar, com aumento de juros nos Estados Unidos, voltou a preocupar os brasileiros. As constantes crises criadas pelo presidente Jair Bolsonaro estão prejudicando o país. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: