Corrupção no governo Bolsonaro viraliza nas redes sociais

Ninguém mais cai na lorota de que o governo Bolsonaro acabou com a corrupção. Vale citar apenas alguns casos: o nebuloso orçamento secreto; os pastores dourados do MEC; os R$ 730 milhões de superfaturamento nos ônibus do FNDE; os vendilhões de vacinas da Saúde; o sobrepreço de equipamentos comprados pela Codevasf; o recém-descoberto kit robótica com preços abusivos para escolas sem água e esgoto; além das rachadinhas, lavagem de dinheiro e traficâncias da primeira-família. Mas, sobretudo, não se pode esquecer de mencionar a maracutaia do Ministério da Defesa, que destinou R$21,6 milhões para construir quadras de futebol em cidades indicadas por senadores amigos. No total, a pasta do general Braga Netto desviou R$401 milhões, que deveriam ser destinados às suas atividades, para satisfazer onze senadores aliados de Bolsonaro. Pois é, a mesma Defesa que o presidente acha que pode ajudar o país “a rumar para a normalidade”.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: