Ações judiciais e policiais provocaram a separação

Quando Carolina Andraus Lane descobriu que Gilberto Miranda estava envolvido em ações criminosas e processo na Polícia Federal e na Justiça Federal, ela, que comandou toda a operação de venda da empresa de Gilberto Miranda na Zona Franca de Manaus, pediu divórcio. Falando cinco idiomas e tendo atuado no exterior e no Brasil no mercado financeiro, a jovem paulista teve todos os seus benefícios cortados por Miranda. Recorreu à justiça em Brasília e Washington e aguarda o resultado dos processos. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: