Gilberto Miranda ingressou na política pela porta dos fundos 

Entrou como suplente pelo PMDB e nas vésperas das eleições para presidente do Senado, pulou de partido, foi para o PFL e deu os três votos que ACM precisava para ser eleito presidente do Senado. Com isso, ganhou de ACM a presidência da Comissão de Finanças e aumentou a sua fortuna. O assunto está sendo motivo de comentários não só no Brasil como nos Estados Unidos. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: