Blindagem ministerial

Eis um caso que vai terminar caindo no CNMP. Segundo notícias apuradas por este blog, Flávia Tourinho é contratada por uma empresa de terceirização de mão de obra que presta serviços à Prefeitura Municipal de Salvador, estando lotada no setor de diretoria urbanística da SEDUR. Nenhum problema se Flávia Tourinho não fosse filha da promotora Rita Tourinho, responsável pelas questões de improbidade administrativa no MP baiano. A SEDUR soteropolitana tem como secretário João Xavier Nunes, cunhado do marqueteiro baiano Sidônio Palmeira, sócio de Acm Neto, João Gualberto e Guilherme Bellintani. Sidônio foi recentemente contratado para fazer a campanha de ninguém menos que Luiz Inácio Lula da Silva. As relações da esquerda com o grupo de Acm Neto na Bahia parecem ser afinadíssimas.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: