O governo não queria, mas agora o Senado vai aprovar

Com o presidente Jair Bolsonaro lutando contra, a Câmara Federal aprovou, ontem, a proibição de cobrança de bagagens pelas empresas aéreas brasileiras. Hoje, a passagem aérea no Brasil é a mais cara de todo o mundo e, não bastasse isso, elas ainda cobravam pelo despacho de malas. A proibição da Câmara ontem incentiva o Senado a bater o martelo. Se Jair Bolsonaro vetar, o Congresso derruba o veto dele. Ele viaja em jatinho particular com seus ministros. Os seus assessores viajam com passagens pagas pelo povo, por isso, eles não sabem nem os preços das passagens. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: