Romário vence o musculoso deputado punido pelo STF

Pelo menos por enquanto, a tensão entre o senador Romário (PL-RJ) e as hostes bolsonaristas foi contida. Ciente de que indefinições podem agitar a tranquilidade do cenário carioca, o presidente confirmou o seu apoio à reeleição do ex-jogador, que lidera todas as pesquisas de intenção de voto para o Senado. O deputado federal Daniel Silveira (PTB-RJ), o preferido do bolsonarismo raiz, estrategicamente, preferiu a discrição. Até porque sua possível candidatura dependeria do STF, onde é persona non grata. No entanto, não foi apenas Silveira a causa de uma discreta pressão do tetracampeão sobre o presidente. Aliados naturais, como o governador Cláudio Castro (PL), provavelmente o governador mais alinhado com Bolsonaro; e integrantes do PL, partido do presidente, vinham mantendo relações mais que perigosas como o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, André Ceciliano (PT), também postulante ao Senado e reconhecidamente pragmático.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: