Sem efeito II

Enquanto os acionistas dos grandes bancos pagam cerca de quarenta e cinco por cento de imposto de renda e contribuição social sobre seus lucros para o Governo Federal, os investidores de FIDCs pagam em média cerca de quinze por cento. Com esta vantagem tributária e o uso de novas tecnologias, a cada ano que passa os FIDCs têm abocanhado fatias relevantes de mercado dos grandes bancos. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: