A indústria não é pop II

A indústria brasileira conseguiu o seu melhor faturamento em 2013. Em fevereiro de 2022, o resultado foi 22,5% menor em relação àquele pico. Os especialistas afirmam que o Brasil está se desindustrializando desde a década de 1980, por deficiências estruturais. A importância da indústria no PIB caiu significativamente. Indústria fraca significa menos empregos. São vagas que pagam os melhores salários. A indústria culpa o custo Brasil: impostos, burocracia, infraestrutura, juros altos, empréstimos caros e variação do dólar. Há quem garanta que a não existência de um projeto é o calcanhar de Aquiles. Falta mão de obra qualificada. O país historicamente tem deficiências na formação de trabalhadores. Quinze milhões de brasileiros estão desempregados, principalmente na faixa de 18 a 24 anos. Mas as indústrias registram dificuldade para preencher vagas que exigem qualificação. Esse fenômeno ficou conhecido como “apagão de mão de obra”.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: