A indústria não é pop III

De 2013 a 2019 perdemos 28.700 indústrias e mais de 1,4 milhão de postos de trabalho no setor industrial, segundo a Pesquisa Industrial Anual do IBGE realizada em 2021. Em setembro do ano passado, a norte-americana Ford fechou a fábrica da Troller no Ceará; deixando 446 trabalhadores desempregados e encerrando as atividades no país. A produção foi transferida para a Argentina. Foram fechadas também as unidades de Camaçari (BA) e Taubaté (SP). A Ford operava no Brasil desde 1919. Fontes confiáveis calculam que a saída da montadora norte-americana ceifou cerca de 120 mil postos de trabalho. Seguiram o mesmo caminho da Ford as montadoras alemãs Mercedes-Benz e Audi, as farmacêuticas Roche (Suíça) e Eli Lily (EUA); e a japonesa Sony. A política econômica liberal do governo transfere para iniciativa privada todas as decisões, não cabendo a ele definir nenhuma agenda setorial. E sem uma coordenação do Estado é difícil alinhar interesses e culturas tão diversas.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: