Pinóquio baiano

Pegou mal no meio político baiano a declaração do prefeito de Salvador, Bruno Reis, em resposta às críticas do governador do estado, Rui Costa, à situação precária da saúde sob gestão da prefeitura. O alcaide soteropolitano anunciou que a capital baiana estava muito perto de chegar aos 70% de cobertura de atenção básica a saúde, preconizados pelo Ministério da Saúde. Não demorou muito para ser contrariado pelos números oficiais, expostos pelo ex-secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, que lamentou pelo Twitter o fato de Salvador ainda patinar na faixa dos 50%, bem distante dos quase 70% anunciados pelo prefeito.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: