Deputado baiano pode se consagrar se aprovar um projeto do Judiciário

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o deputado federal pelo União Brasil Arthur Maia, acaba de desengavetar o projeto de lei que proíbe que o magistrado que vai para aposentadoria por ter cometido delito receba salário como ocorre atualmente. O projeto entrou na pauta na semana passada, e o curioso é que mesmo deputados bolsonaristas como a deputada Bia Kicis estão votando favoravelmente pela sua aprovação. Evidente que o projeto felizmente atinge uma minoria do Judiciário do Brasil, já que nele também são encontrados magistrados de muito valor e honrados. Vai subir para o plenário.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: