Vexame diplomático em razão de campanha eleitoral

Na última sexta-feira, o presidente Jair Bolsonaro voltou a provocar um novo vexame diplomático, agora com o país irmão do Brasil, Portugal, que hoje abriga 220 mil brasileiros. Ele marcou um almoço e uma série de eventos com o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, no Palácio do Planalto. Sabia de antemão que tinha compromisso na Bahia, mas alegou que o presidente lusitano depois dele teria compromisso com Lula, Fernando Henrique e Michel Temer. De maneira grosseira cancelou o compromisso e, ainda por cima, revelou que foi porque o mandatário português iria encontrar Lula. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: