Novelas bíblicas enchem os cofres dos evangélicos II

O tal projeto das novelas bíblicas, de 2019, é da lavra dos deputados estaduais Tia Ju, Carlos Macedo, bispo da Igreja Universal; Danniel Librelon, pastor da Universal, e Rosenverg Reis, um polêmico político da Baixada Fluminense. Sancionar nova lei agora não foi casual, mas um afago do governador, Cláudio Castro, nos evangélicos. E vem em boa hora. As últimas pesquisas mostram que o deputado federal Marcelo Freixo, candidato do PSB, que tem o apoio do ex-presidente Lula, empatou tecnicamente com o atual governador, um dos mais fiéis aliados do presidente da República. O voto evangélico no Rio de Janeiro é decisivo. Castro herdou o cargo do “impichado” Wilson Witzel, que caiu em desgraça depois de romper com o presidente.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: