Guerra racial I

O 16° Anuário Brasileiro de Segurança Pública não traz nenhuma novidade. Na realidade, repete o padrão dos anos anteriores. Mas não deixa de ser chocante. Os dados mostram que pessoas negras ainda são as maiores vítimas de crimes violentos. Entre as mortes violentas intencionais, que reúne homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes por intervenção policial, 78% foram de negros e 21,7% de brancos. No Brasil, 56% da população é negra, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). No caso das mortes pela polícia, a diferença é ainda maior: 84% dos alvos são negros. Em 2021, este índice apresentou queda de 31% entre a população branca, mas cresceu 5,8% entre os negros, em comparação ao ano anterior.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: