Não mate o mensageiro

Bastou o procurador jurídico da Câmara Municipal cumprir sua obrigação profissional e prestar apoio técnico à Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização na questão das contas do ex-prefeito ACM Neto, que podem torná-lo inelegível, para o jornal da família tentar achincalhar a reputação do rapaz, com acusações de assédio moral. Pena que, por aquelas bandas, “pau que dá em Chico não dá em Francisco”. Afinal, quando se trata de assédio moral, o ex-prefeito é o campeão das galáxias. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: