Governo Federal considera o governador da Bahia inimigo

Amanhã, estarão em Porto Seguro o ministro do Turismo, o presidente do Banco do Nordeste e o presidente da Embratur. Preocupados com a situação do município, dominado pelo deputado federal João Bacelar e pelo deputado estadual Jânio Natal, que, por sinal, lidera as pesquisas para entrar no comando da prefeitura de Porto Seguro. Mais uma vez, o Governo Federal faz eventos na Bahia, não comunica ao governador e o tem como inimigo.

Reação a ida de Temer ao Líbano

A Justiça Federal liberou a ida do ex-presidente Michel Temer ao Líbano por decisão do presidente Jair Bolsonaro e os meio diplomáticos estão preocupados. É que a população libanesa está derrubando todo o governo, acusando seus integrantes de corrupção. O ex-presidente do Brasil já foi até preso e ainda tem processos por corrupção no país. Ninguém sabe se a falha é do Itamaraty ou do presidente Bolsonaro. Quem vai receber Michel Temer quando ele desembarcar em Beirute?

Mais uma mulher do presidente Bolsonaro é denunciada

Agora, é a primeira mulher de Jair Bolsonaro, mãe de Flávio, Eduardo e Carlos, que é denunciada por ter comprado um imóvel por mais de 600 mil reais pagando em cash. Até ontem, ela não tinha respondido e a Presidência da República também não. A atual, Michelle, também não respondeu sobre os depósitos que foram feitos em suas contas por Fabrício Queiroz e a mulher. 

Medo do STJ leva Fabrício ao STF

O habeas corpus, que Fabrício e a mulher impetraram no STJ para permanecerem em prisão domiciliar e não ir para prisão fechada, preocupa o governo. Ele acaba de recorrer ao STF solicitando que a Suprema Corte se antecipe ao julgamento do STJ. Parece ter certeza que quem vai julgar os habeas corpus no STF é Gilmar Mendes, que adora soltar corruptos. 

Tô por fora!

Dizia o ex-governador baiano Luís Viana Filho, “todas as vezes que a resposta exija muitas explicações posteriores, não vale a pena continuá-la”. Esse imbróglio dos depósitos bancários de dinheiro vivo, que teria vindo de “rachadinhas” dos salários dos funcionários do gabinete do então deputado estadual Flávio Bolsonaro, e que seriam depositados pelo “faz-tudo” Queiroz nas contas da esposa Fernanda Bolsonaro, tem tudo pra continuar “fedendo”, dia após dia nas salas dos investigadores do rumoroso caso. Nos dias atuais, com monitoramentos online, é impossível dar respostas confusas sobre desconhecer depósitos de funcionário da própria equipe na conta da mulher, visando embaralhar a Polícia e investigadores da Polícia Federal. Das duas, uma: ou a explicação precisa ser muito mais detalhada para emplacar, ou Flávio Bolsonaro faz parte daquele grupo de maridos que são os últimos a saber das coisas.

Cospe-Fogo

O senador Major Olímpio, ex-amigo do presidente Bolsonaro, volta à carga. Afirma, em alto e bom som em veículos de comunicação que o capitão-presidente é “TRIPOLAR”. Um dia bem, um dia mal, um dia pior. Olímpio, que se elegeu senador na esteira do prestígio da campanha do candidato à presidência, hoje cospe-fogo em direção à família Bolsonaro, tornando-se o maior crítico do governo federal. Arremata o seu veredicto sobre o antigo parceiro com a célebre frase “quer conhecer o caráter de um homem, dê-lhe o poder”.

Mui amigo

O governo de Donald Trump, amigo yankee do presidente Bolsonaro, alerta aos americanos para não viajarem ao Brasil, afastando-se dos perigos da situação escabrosa da covid-19 por aqui e a violência cotidiana que sempre esteve entre nós. Proximidades de fronteiras terrestres do Brasil com países vizinhos, favelas, vilas, comunidades, bairros periféricos e cidades satélites de Brasília são elencados como áreas perigosas para turistas americanos. E mais: não mostrar sinais de riqueza, não andar nas praias à noite, e ter cuidado ao usar o transporte público. Amigos, amigos, turismo à parte!

Relatório maldito

Se existe um trabalho inoportuno, com nenhum propósito colaborativo, e principalmente, apresentando um alto teor de desagregação política é essa planilha de casos de covid, vinculando óbitos com performances de governadores e prefeitos às voltas com o combate dramático da pandemia em suas regiões. E para piorar, a autoria é da Secretaria de Governo, umbilicalmente ligada ao presidente Jair Bolsonaro e seus humores diários. O torpedo mal-intencionado ao nominar responsáveis por mortes pela covid-19, consegue unir rivais políticos históricos, que se até aqui eram adversários entre si, a partir de agora tornam-se potenciais aliados contra o inimigo maior – o governo Bolsonaro.

Volta das atividades na Bahia mostra prejuízos

Desde domingo, algumas atividades voltaram a funcionar na Bahia, mas em menos de 48 horas os prejuízos são gritantes nos shoppings. Várias lojas e bares não reabriram e estão à venda. Salões de beleza também. Já nas ruas, pequenos hotéis estão à venda. A demora do governador Rui Costa e do prefeito ACM Neto em reabrir a economia está sendo responsável pela queda baiana. 

PTB quer barrar reeleição de Maia e Alcolumbre

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, aliado do presidente Jair Bolsonaro, determinou que o seu partido entre com ação que não permita as reeleições de Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre. Atrás dessa decisão está o desejo de Jair Bolsonaro em enterrar os dois politicamente. 

Luto oficial do STF e do Congresso

Esta semana, o STF e o Congresso Nacional decretaram luto oficial pelas mais de 100 mil mortes que atingiram brasileiros pela covid-19. O que se observa é que esses dois poderes estão juntos contra o governo de Jair Bolsonaro.

Moro na cabeça

O ex-ministro Sérgio Moro vai voltar a ter boas notícias nos próximos dias. Vem aí uma nova pesquisa em que ele está bem próximo do líder Jair Bolsonaro. Nos bastidores o que se fala é que uma chapa Sérgio Moro e Luiz Mandetta teria muita força nas próximas eleições presidenciais. O assunto vai fluir quando começarem as sessões presenciais tanto do Senado quanto da Câmara. 

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: