Prateleiras vazias

A crise da segurança pública no Rio de Janeiro chegou a um ponto tão crítico que já faltam alguns produtos nas prateleiras dos supermercados. Segundo gerentes de supermercados, os caminhões não têm segurança suficiente para cruzar a zona de guerra que se transformou a Avenida Brasil e a Linha Vermelha, principais linhas de acesso à... Continue lendo →

Preservados

Com a queda na taxa básica de juros e, consequentemente, nos custos de captação dos grandes bancos, os spreads praticados no Brasil deverão bater todos os recordes mundiais e superar até o de países tecnicamente em guerra. Com tanta gordura, a dúvida que fica no mercado é porque Henrique Meireles optou por não aumentar o... Continue lendo →

Saída total

A Vale trabalha para concluir a venda de sua unidade de amônia, localizada em Cubatão, ainda neste trimestre. Com a venda, a companhia deixará de vez o setor de fertilizantes.

Presidente trapalhão

Ninguém entendeu até agora aonde o presidente Michel Temer quer chegar. Anunciou assim que assumiu a presidência que faria um enxugamento da máquina pública. Isto não ocorreu. Ele aumentou despesas. Liberou mais de R$6 bilhões para deputados federais e agora anuncia o aumento de impostos. Quer demissões voluntárias de servidores públicos que ele mesmo, através... Continue lendo →

ONGs de aluguel

Tamanho o volume de dinheiro que o governo liberou em tão curto espaço para as famosas emendas, que deputados federais e prefeitos não tiveram outro jeito: contrataram as ONGs de aluguel, que já têm uma fórmula de aplicar recursos de maneira rápida. Ministério Público e Polícia Federal já receberam as primeiras denúncias porque deputados federais... Continue lendo →

De cabelo em pé

A notícia da denúncia de cinco ex-funcionários de bancos estrangeiros pelo Ministério Público Federal (MPF) envolvidos no cartel do câmbio, que já foi amplamente abordado neste blog, sacudiu a região da Faria Lima nesta segunda-feira. Presidentes de instituições, traders e tesoureiros dos maiores bancos de investimento estrangeiros tentavam entender dos seus departamentos jurídicos e advogados... Continue lendo →

Saída pela tangente

Com a denúncia do MPF e a crescente probabilidade de alguns banqueiros passarem um tempo na cadeia, um número cada vez maior de instituições financeiras que participaram do cartel deverão celebrar acordos de leniência com o CADE e a Justiça Federal, bem como acordo bilaterais com os grandes exportadores brasileiros, que deverão ser ressarcidos em... Continue lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: