Amigos do ex-presidente suicida querem a prisão do corruptor da Odebrecht

No velório ontem do ex-presidente do Peru, Alan García, que se matou para não ser preso, a justiça peruana pede que o autor da Odebrecht que denunciou o ex-presidente seja punido. A morte de Alan García repercutiu em todo o mundo, principalmente na América do Sul onde a Odebrecht ainda conclui algumas obras. No Brasil a empresa não revela quem delatou Alan García, mas a justiça peruana quer detalhes. É impressionante como a Odebrecht consegue sempre ficar no noticiário negativo.

Ibaneis tumultua Brasília

O governador Ibaneis Rocha precisa ouvir mais do que falar. Ontem provocou um caos no Distrito Federal ao decretar ponto facultativo. Esqueceu dos serviços essenciais como saúde e segurança pública. O único hospital que funcionou foi o hospital de base de Brasília. Se ele quer chegar à Presidência da República terá que ouvir mais, já que é calouro na política.

Chapa puro sangue no Yacht Clube

A juventude que foi eleita para escolher o futuro comando do Yacht Clube da Bahia já tem os candidatos. O próximo comodoro será o engenheiro Marcelo Gama Lobo. O presidente do conselho será o engenheiro Mário de Paula Gordilho. O vice-presidente do conselho será o advogado Eduardo Coutinho. Um trio respeitado profissional e socialmente na Bahia. Todos três com DNA do veleiro da Ladeira da Barra em Salvador.

O Brasil enfrenta o combate à corrupção

Dois presidentes da república sofreram impeachment, Collor e Dilma. Dois presidentes do Senado, ACM e Jader Barbalho, tiveram que renunciar. O Brasil caminhou. Somente agora, diante dessa fragilidade da dupla Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia, o país pode sofrer um choque de constitucionalidade – afirmam os dois – se for criada a CPI da Lava Toga. Se Toffoli, Mendes, Lewandowski, Alexandre de Moraes sofrerem impeachment, nada vai acontecer; é só olhar o tamanho deles e comparar com Collor, Dilma, ACM e Jader. Esses são bem maiores e tinham uma expressão que Toffoli e seus amigos não têm. Agora o frágil Davi Alcolumbre já admite que vai levar para o plenário a CPI da Lava Toga.

Triste silêncio da Bahia

Lamentável a posição dos três senadores baianos. Parlamentares de todos os estados ocuparam a tribuna do Senado para defender a liberdade de imprensa e ficaram solidários com os jornalistas brasileiros. Apenas três senadores ficaram mudos, todos três da Bahia: Jaques Wagner, Otto Alencar e Angelo Coronel. Continuam surdos e mudos.

Rui cresce

A atuação do governador da Bahia, Rui Costa, cresce em nível nacional. Ele é hoje considerado o melhor governador do Nordeste e uma opção petista para a sucessão presidencial. Foi assunto de um jantar político na última terça-feira em Brasília.

Toffoli, Moraes, Gilmar e Lewandowski dividem o STF

O ministro do STF Luiz Fachin deu um prazo de cinco dias, que termina na próxima segunda-feira, para que o ministro Alexandre de Moraes explique suas ações em defesa do presidente Dias Toffoli. Ontem em Brasília foram reforçados os esquemas de segurança para os ministros Dias Toffoli e Alexandre de Moraes. Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski também tiveram segurança reforçada. O detalhe é que nesse fogo armado por Dias Toffoli, o STF não realizou nenhuma sessão esta semana.

A Odebrecht mata

Ontem o ex-presidente Alan García do Peru, ao ser procurado para ser preso em sua casa, pediu aos policiais um tempo para chamar o advogado, desferiu um tiro na própria cabeça. Ele foi acusado pela Odebrecht de receber propina; enquanto isso no Brasil Lula, Michel Temer, Alckmin, Rodrigo Maia, Cesar Maia, Jaques Wagner e outros mais que também receberam da Odebrecht continuam negando e se divertindo. Alan García deu exemplo de vergonha e arrependimento.

Maioria do STF é contra Toffoli e Moraes

Marco Aurélio, Celso de Mello, Rosa Weber, Luiz Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Cármen Lúcia são contra a decisão de Toffoli e Alexandre que só tem o apoio de Gilmar Mendes e Lewandowski. Se o assunto for para Plenário, o placar em Brasília será de sete a quatro contra a dupla Toffoli e Moraes.

A França dá uma lição ao mundo

Para citar apenas algumas poucas das muitas doações que vem, a L’Óreal já doou 200 milhões, a Gucci 100 milhões, a Total Petroleum 100 milhões para restauração da Catedral de Notre Dame em Paris e o francês já se organiza para contribuir neste lindo gesto, é a França de todo o mundo. E pensar que o Museu Nacional do Rio foi parcialmente destruído e nenhuma contribuição de valor foi anunciada.

Rali da proteína

Ações das principais companhias brasileiras de proteína dispararam nos últimos dias e ganharam ainda mais força com a divulgação de um relatório do banco holandês Rabobank indicando que a produção chinesa deverá cair cerca de 30% devido ao avanço de uma doença que está dizimando plantéis de suínos naquele país. Sem alternativa, os chineses terão que recorrer à proteína brasileira para se alimentarem e não terão outra opção a não ser diminuir as restrições a produtores nacionais.

Rali da proteína II

A forte queda da produção chinesa de proteínas animais não poderia ter ocorrido em um momento mais favorável para o Brasil. Prestes a fechar um acordo comercial com os Estados Unidos, os chineses terão que ser extremamente cautelosos para alterar o status de fornecedor estratégico de alimentos e matéria prima concedido ao Brasil há anos.  

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: