Na mosca

Desde a primeira hora que foi noticiada a morte do ex-policial Adriano Nóbrega pela Polícia Militar da Bahia, este blog antecipou que o cadáver seria motivo de uma ação política. O governador da Bahia, Rui Costa, pecou na comunicação. A matéria da revista Época é muito forte e coloca em xeque o episódio. No final de semana, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a ação da Polícia Militar da Bahia, governada pelo PT, pecou. O governador Rui Costa acusou o golpe e atacou a Presidência da República. O episódio está longe de acabar. Agora, a Bahia não pode ser prejudicada por esta ação. É preciso tranquilidade e responsabilidade.

A revolução do Pix

O anúncio, na semana passada, do nome da nova modalidade de transferência de recursos pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, acendeu um alerta vermelho máximo no oligopólio bancário que domina o país. Com o PIX, as transferências de recursos financeiros serão instantâneas, 24 horas por dia e sete dias na semana. A novidade, que deverá estar disponível até o final deste ano, renderá muito mais comodidade e agilidade nos pagamentos eletrônicos foi amplamente comemorada pelas Fintechs e Banco Digitais. A celebração só não aconteceu no grandes bancos, que já prevêem a perda de bilhões de reais com a diminuição das tarifas abusivas atualmente cobradas nos DOCs e TEDs.

Mais um general no Palácio

Além do chefe do estado maior do exército, general Walter Bragança Neto, que amanhã assume a chefia da Casa Civil da presidência da República, o presidente Jair Bolsonaro acaba de chamar para a secretaria especial de assuntos estratégicos outro oficial general da forças armadas. É o almirante Flávio Rocha, um dos mais importantes quadros da Bahia. Na solenidade de amanhã no Palácio do Planalto, o deputado federal Onyx Lorenzoni vai assumir o Ministério da Cidadania. Este blog tem antecipado que o enfraquecimento do alcance político junto a população brasileira fortalece o projeto militar para levar para o palácio, e para a administração pública, oficiais generais que fixam imagens rapidamente.

Centenas de brasileiros continuam presos nos Estados Unidos aguardando repatriação

A embaixada dos Estados Unidos em Brasília acaba de comunicar ao governo brasileiro centenas de nomes que estão presos naquele país aguardando que o governo norte-americano frete aviões e os mande de volta. Ocorre que com o coronavírus, o governo americano agora está preocupado com seus cidadãos, que estão em países onde o coronavírus chegou. Os brasileiros vão continuar presos.

Polícia Federal trabalha em cima do BNDES

A Polícia Federal já recebeu relatório da CPI do BNDES, trabalha em cima dele e pelo que se sabe o ex-presidente Lula e a ex-presidente Dilma Rousseff ainda vão ter muitas dores de cabeça. A propósito, Lula vem esta semana a Brasília para depor em novo processo no qual ele é um dos principais acusados. Fica difícil para o ex-presidente circular pelo país com condenação e novos processos.

Camarotes e mais camarotes

Está ficando patente nestes dias que antecedem o carnaval de Salvador que parte da população que mora nas imediações da festa, ou frequentadores dos principais locais da folia não está mais aceitando as decisões equivocadas da gestão municipal com relação à festa. Semana passada, moradores do bairro de Ondina, um dos principais circuitos dos trios elétricos, fizeram uma ruidosa manifestação reclamando do avanço do camarote da Aeronáutica, que autorizado pela prefeitura, invadiu totalmente a calçada do cooper matinal e dos passeios dos pedestres. Esse é somente um dos vários camarotes que engoliram passeios públicos da cidade. Em outro bairro – o célebre Rio Vermelho – que já promove encontros semanais com sucesso, e promove seus carnavais com menos axés e pagodes, também teve a prefeitura “metendo o bedelho” decidindo criar mais um circuito para trios elétricos, sem consultar ninguém. A prefeitura espalha camarotes e circuitos do carnaval do jeito que bem entende. Só que frequentadores e moradores que vivem a verdadeira cidade estão esperneando cada vez mais alto. Os da Barra, coitados, sofrem e reclamam há dezenas de anos. Neto nem “tchum”…

 

Cena deprimente

Ano passado, durante doze dias de carnaval, criados pela gestão do folião ACM Neto, centenas de famílias inteiras que trabalham como ambulantes nos circuitos da festa, principalmente Barra e Ondina, sobreviveram a todo esse período com suas crianças pequenas ao redor dos grandes isopores amarelos da Skol. Comeram, tomaram banho e dormiram ao relento, de forma humilhante e constrangendo a todos. Apesar das críticas da mídia e dos que presenciaram as lastimáveis cenas sociais e urbanas, a prefeitura de Salvador repete, de forma idêntica, a mesma falha nesse carnaval. Até quando o Ministério Público e demais setores de proteção ao trabalho e à família vão fazer vistas grossas para esse arrepio das leis? 

Lula: uma chacota nacional

Ninguém mais leva Lula a sério, podem engavetar a estratégia de usar as imagens de sua visita ao Papa Francisco como plataforma política. As redes sociais se divertiram inundando de piadas, charges e sátiras do encontro, todas associando Lula ao crime, corrupção e estelionato. Não tem mais jeito, já está incorporado por aclamação ao anedotário popular a figura de Lula como símbolo da bandidagem. Lula, Lular, Lulou, …

Argentino invejoso

Ao receber o ex-presidente e ex-presidiário Lula no Vaticano, o chefe maior da decadente Igreja Católica entrou em um caminho perigoso e sem volta. Com a audiência, desrespeitou os milhões de brasileiros, católicos, espíritas, umbandistas, evangélicos e judeus que foram roubados por Lula e sua quadrilha de petistas e mdbistas. Francisco se apequenou e se transformou em nada mais do que um argentino invejoso, que torce para que o Brasil volte a sofrer com a pobreza, a miséria, as altas taxas de juros e a alta inflação que caracterizam os governos de esquerda na América Latina.

Capa da Veja com miliciano provoca crise na Bahia

A revista Veja, na sua edição desta semana, publica uma foto do miliciano Adriano da Nóbrega no necrotério. Sem nenhuma habilidade, o secretário da Segurança Pública da Bahia, Maurício Teles Barbosa, mandou deter os repórteres da Veja e mais tarde os liberou. A verdade é que este blog antecipou que a morte do miliciano virou um episódio político. A Secretaria de Segurança Pública da Bahia não soube conduzir o episódio e o PT, o PSOL e o PSDB adoram atuar em cima de cadáveres. Até hoje o assassinato da vereadora Marielle Franco serve de bandeira para luta política no Brasil, muito embora a mulher dela já esteja casada com uma outra, cantora cearense. A esquerda não se conforma com a impossibilidade de Lula voltar a poder e ela não ter nenhum nome para disputar a próxima sucessão presidencial.

Mãe de deputado agressor vai com ele ao Conselho de Ética da Câmara

Vai para o Conselho de Ética da Câmara o deputado do PSOL do Rio, Glauber Braga, que em menos de 24 horas agrediu companheiros e também sofreu críticas, uma delas contundente, quando deputados do governo acusaram a mãe dele, ex-prefeita de município do Rio, de ser “uma ladra”. O nome dela é Maria de Saudade Braga, ex-prefeita de Nova Friburgo com vários processos na Justiça. O filho tem provocado inúmeros ataques à mãe.

Bacalhau de Neto

O prefeito ACM Neto, conforme previsões deste blog, não teve tempo para terminar de construir as suas obras eleitoreiras. Agora mesmo na cidade baixa da baía de Salvador, ele está refazendo todas as obras que chegam à Igreja do Bonfim. Para a festa ele colocou bacalhau, isto é, um asfalto para mais tarde ser retirado e a obra ser construída. Ele faz esse mesmo procedimento na cidade alta. Vai ser difícil para o prefeito, se perder a eleição, explicar os gastos com suas obras eleitoreiras. 

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: