A CPI dos Fundos de Pensão deflagrou a Operação da Lava Jato ontem

A Operação da Lava Jato que ontem atingiu o dono do BTG Pactual, André Esteves, e a ex-presidente da Petrobras, Graça Foster, foi possível graças ao resultado da CPI dos Fundos de Pensão, que durante oito meses teve provas necessárias para levar o ex-ministro Antonio Palocci a contar a corrupção nos governos de Lula e Dilma. Presidida pelo jovem deputado federal Efraim Morais, do DEM da Paraíba, essa CPI descobriu que a Funcef da Caixa Econômica Federal, a Petros da Petrobras e a Postalis da ECT roubou cada uma mais de 20 bilhões dos cofres públicos. Uma declaração do jovem Efraim Morais define o episódio: “A face mais cruel desses escândalos é ver a conta ser descontada no contracheque dos pensionistas”.

Graça Foster protegeu Dilma Rousseff

Chamada de “Gracinha” pela então presidente Dilma Rousseff, Graça Foster sofreu nos seus depoimentos tanto na Polícia Federal quanto na Justiça, mas não entregou a presidente Dilma Rousseff, foi fiel, perdeu cargo e reputação e desde ontem vai sofrer mais uma vez. Continua protegendo Dilma Rousseff.

André Esteves é um velho conhecido da Lava Jato

O dono do BTG Pactual, André Esteves, já é velho conhecido da Lava Jato, já esteve preso e ontem emitiu um comunicado interno para suas agências de São Paulo e Rio. Há quem afirme que novos desdobramentos virão ainda e Esteves poderá voltar para cadeia.

Witzel e Caiado são destaques no combate à violência

Em Brasília, dois governadores são apontados como os melhores da nova geração no combate à violência e corrupção nos seus estados. Wilson Witzel no Rio e Ronaldo Caiado em Goiás têm apresentado resultados positivos no combate a violência e ao crime organizado nos seus estados. Não é sem razão que recebem tratamento especial do governo federal, principalmente do Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

As redes sociais mais uma vez comandam as ruas

Amanhã, com pauta definida, a população brasileira vai voltar às ruas. Mais uma vez as manifestações foram organizadas pelas redes sociais sem nenhuma conotação política. Os jornalões, as televisões e rádios não deram nada. Só as redes sociais estão levando a população brasileira às ruas. 

Senado x Câmara

Os novos senadores eleitos nas últimas eleições já fazem a diferença no Congresso Nacional. Na última quinta-feira foram ao ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, levando documento para que ele solicitasse do presidente Jair Bolsonaro veto total ao projeto que criminosamente a Câmara dos Deputados aprovou sobre abuso de autoridade. Não é sem razão que os senadores novos vão comandar, muito em breve, o Congresso Nacional. Infelizmente o presidente da Casa, Davi Alcolumbre, tem travado as ações moralizadoras que os senadores novos querem implantar na Casa.

Mexeu com Moro, mexeu comigo.

Bolsonaro entra em desespero pelo risco de não emplacar o filho embaixador nos EUA e ao ver desmascarado seu acordo com Dias Toffoli para salvar outro filho. Agressões a Sérgio Moro agora são públicas, esquecendo-se que foi o combate à corrupção que elegeu o capitão do baixo clero. O mito erra ao blefar com cartas que não tem cacife para bancar. Em breve as pesquisas vão revelar o começo do seu fim e a ascensão do movimento: # Moro Presidente 2022.

Moro é o cara

Não adiantam as intrigas, muito menos os ataques. As mais recentes pesquisas continuam colocando o ministro Sérgio Moro como melhor da equipe de auxiliares de Jair Bolsonaro. E tem um detalhe: quando ele aparece na sucessão presidencial é sempre o primeiro colocado. 

Macron perde credibilidade e respeito

Quem viu as fotos da audiência do presidente da França, Emmanuel Macron, com o primeiro-ministro da Inglaterra, Boris Johnson, pôde constatar que o irreverente líder inglês coloca um dos pés em cima de uma mesa em frente ao presidente francês. Foi deselegante também o presidente da França com imagens falsas procurar atingir a imagem do Brasil. Brasileiros que residem na França dizem que, hoje, Macron não se reelege presidente do belo país.

A cantora Ivete Sangalo é investidora em rica região da Bahia

Com informações privilegiadas, a cantora Ivete Sangalo comprou valiosos terrenos na rica região de parques eólicos no estado, mais precisamente em Casa Nova, Juazeiro, Sobradinho, Morro do Chapéu, Igaporã, Guanambi e Pindaí. Investidores nacionais e estrangeiros estão também nesta rica área baiana e Sangalo já está preparando a sua rica aposentadoria.

Marcelo comemorou a prisão do cunhado

Em São Paulo, onde cumpre prisão domiciliar, Marcelo Odebrecht comemorou a prisão do cunhado Maurício Ferro. A Odebrecht tem uma dívida de quase R$100 bilhões e com a União de quase R$10 bilhões. A presidente do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann, foi a única figura a defender a Odebrecht, aliás com razão já que a empreiteira deu muito dinheiro a ela, ao marido e ao partido. Foram bloqueados R$50 milhões de Ferro. Segundo o cunhado, ele tem muito dinheiro lá fora. Ele só sairá da prisão em Curitiba quando abrir as quatro chaves de criptografia encontradas na sua residência.

Gradin vai ter que depor

Bernardo Gradin, que foi presidente da Braskem, vai ter que depor na Polícia Federal em Curitiba. No seu apartamento na mansão Morada dos Cardeais em Salvador, a Polícia Federal apreendeu uma farta documentação. 

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: