Moro já bate Jair Bolsonaro

Em um eventual segundo turno para as eleições de 2022, a classe média, que ganha acima de R$10 mil por mês, vota em Moro maciçamente. Dá 42% a 22%, é o que revela a mais nova pesquisa do instituto Atlas. Ontem, o ex-juiz voltou a agitar Brasília quando defendeu a obrigatoriedade de vacinação para quem quiser ingressar no Brasil. O pessoal da área de saúde do Congresso está impressionado com o conhecimento do ex-juiz, que tem crescido assustadoramente nas pesquisas.

Em São Paulo, Moro também ganha de Bolsonaro

Em São Paulo, Moro tem 19% contra 29% de Bolsonaro no primeiro turno, e Lula tem 38%. No segundo turno, Moro tem 42% contra 28% de Bolsonaro. Se aproxima de Lula que tem 40% e ele Sérgio Moro, 33%.

Nas redes sociais Moro bate Lula

A luta nas redes sociais continua intensa entre Moro e Lula. Na última pesquisa, o ex-presidente perde para o ex-juiz. Moro tem 3,3 milhões de seguidores contra 2,8 milhões de Lula, no Twitter. 

Casos da Ômicron no Brasil provocam reações nos Estados Unidos e na Europa

Se não estava fácil a entrada de brasileiros nos Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Itália, Portugal e Espanha, desde ontem ficou mais difícil quando o Brasil anunciou quatro casos da Ômicron. O detalhe é que alguns brasileiros que participam de empreiteiras no mundo africano estão indo e voltando. No Brasil, não há nenhuma vigilância sanitária e, com isso, o turismo brasileiro vai sofrer mais ainda. Se hoje apenas 6 milhões de turistas visitam nosso país, agora a situação vai se complicar. 

Reação contra a PEC dos Precatórios atinge a classe política, principalmente na Bahia

Muitos senadores viajaram para não votar a PEC dos Precatórios, mas já estão marcados. O presidente do Congresso Nacional, o senador Rodrigo Pacheco, pré-candidato à sucessão presidencial pelo PSD, está sofrendo duras críticas no seu principal reduto eleitoral, Minas Gerais. Na Bahia, o senador Otto Alencar, presidente regional do PSD, é alvo de duras restrições junto com o filho, que é deputado federal e foi um dos “agraciados” com os milhões do orçamento secreto. As redes sociais estão destruindo a classe política. 

Novo escândalo envolvendo templos evangélicos

Explodiu, ontem em Brasília, uma nova bomba. O governo Bolsonaro colocou R$3,7 milhões em propaganda no templo evangélico Sara Nossa Terra. O mais grave é que este valor supera o que o governo está anunciando em emissoras cristãs como Cultura, de São Paulo, ESPN e Discovery. Se descobriu que o bispo Robson Rodovalho, que é o principal líder da igreja, é amicíssimo do ex-deputado Eduardo Cunha, que pertence ao templo, bem como o empresário Paulo Octávio. Os evangélicos continuam pedindo dinheiro nas redes sociais e recebendo por fora do governo Bolsonaro. 

Mandetta na Bahia

O ex-ministro da Saúde, Luiz Mandetta, chegou ontem, inesperadamente, a Salvador. Veio sozinho a convite do ex-prefeito ACM Neto. Ninguém sabe as razões.

Indecisão de Alckmin irrita Lula que cancela o segundo encontro

O ex-presidente Lula desmarcou o segundo encontro com o ex-governador Geraldo Alckmin. Já não suporta mais a indecisão do ex-governador, que até ontem não se decidia. Para Lula, Alckmin está perdendo prestígio em São Paulo e tanto isso é verdade que através do seu porta-voz, Fernando Haddad, Lula fez ontem um apelo à militância do PT: ele quer ganhar no primeiro turno. Está preocupadíssimo com a ascensão de Sérgio Moro e teme que no segundo turno contra o ex-juiz, ele seja derrotado. Enquanto isso, Alckmin não sabe o que quer e já influiu no apresentador Luiz Datena da Bandeirantes que, ontem, declarou apoio a João Doria para presidência da República e Rodrigo Garcia para o governo paulista, ambos do PSDB. Alckmin prejudicou a todos, principalmente a ele.

Renato Machado foi mais que um âncora da rede Globo

Culto e refinado, Renato Machado acaba de ser demitido pela Globo. Durante muitos e muitos anos foi mais que um âncora dos telejornais Bom Dia Brasil e, hoje, Jornal Nacional e Jornal da Globo. Como repórter, chefiou o escritório da Globo na Grã-Bretanha, quando esteve casado com outra refinada e culta jornalista e escritora, Danuza Leão. Era sempre Renato que produzia e narrava para a rede Globo o que existia de melhor em vinho e culinária. Frequentou os mais refinados restaurantes e esteve nas mais extraordinárias adegas. Na Globo, se brincava com ele afirmando se ele toparia um confronto com o paulista José Bonifácio Sobrinho, o Boni, ou o empresário bem-sucedido da Bahia, Carlos Seabra Suarez. Esses têm também talento e fama de gourmet e connoisseur de vinhos. 

Fachin irrita o PT e divulga que acordos da Lava Jato arrecadaram R$1,5 bilhão

A direção nacional do PT está profundamente irritada quando o ministro do STF, Edson Fachin, divulgou que o STF arrecadou R$1,5 bilhão no pagamento das multas fixadas em 120 acordos de colaboração premiada homologadas pelo STF na chamada Operação Lava Jato, isso em 2021.

PT não pode mais negar a corrupção

A revelação do ministro do STF e também o relator da Lava Jato, Edson Fachin, derrubou a tese do ex-presidente Lula de que nos governos petistas não houve corrupção. Ontem em Brasília, a presidente do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann, estava irritadíssima, mas contra fatos não existem argumentos. 

Rodrigo Garcia é o destaque nas eleições para o governo de São Paulo

Extremamente aplicado e habilidoso, o governador de São Paulo, João Doria está feliz da vida. O não menos aplicado e extremamente talentoso, o vice-governador Rodrigo Garcia é o favorito para as eleições em 2022 no maior estado do país. Com Doria candidato à sucessão presidencial, terá de desincompatibilizar em abril do próximo ano. Rodrigo vai assumir um governo com R$50 bilhões em cofre para investimentos. Com apoio de doze partidos, o PSDB é uma agremiação orgânica em São Paulo, já que, dos 600, tem 500 prefeitos apoiando Doria e Rodrigo. Agora, contam também com a indecisão do ex-governador Geraldo Alckmin que, levado a Lula por José Dirceu e Chalita, continua indeciso, enquanto Rodrigo avança. O dado curioso é que não será fácil para nenhum adversário vencer a dupla Doria e Rodrigo nas eleições de 2022. 

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: