Enfim privatizado

Após 21 anos da primeira tentativa, o Instituto de Resseguros do Brasil (IRB) foi finalmente privatizado na semana passada. Banco do Brasil e BNDES venderam 100% de suas ações no IRB e arrecadaram cerca de R$7,4 bilhões. Resultado excelente não só para os vendedores, mas especialmente para os contribuintes brasileiros, pois durante anos, o IRB serviu apenas aos interesses de poucos políticos, burocratas e dos grandes bancos. Com a saída do governo, surgiu no Brasil mais uma “corporation”, o que demonstra a evolução dos mercado de capitais no país.

Nova guerra

Após transformarem o mercado das maquininhas de cartões de crédito e débito no Brasil, as Fintechs estão mirando o rentável mercado de cartões refeição e alimentação. Dominado por poucas empresas, como Alelo, VR, Ticket e Sodexo, que cobram taxas exorbitantes dos estabelecimentos e só repassam os recursos no mês seguinte, a entrada das Fintechs é muito bem vinda, especialmente para restaurantes que têm deixado grande parte de seus resultados na mão dessas vale ratoeiras digitais.

Five Guys

A rede americana de fast food Five Guys deve finalmente desembarcar no país pelas mãos de um famoso apresentador de TV. Após o sucesso do Madero, que atraiu diversas celebridades, não faltarão investidores para o promissor investimento.

Ações da CUT, MST e partidos de esquerda na Bahia são detectadas pelo grupo precursor da P.R.

O grupo precursor da presidência da República detectou antecipadamente PT, PCdoB e PSOL e mais agremiações de oposição mobilizaram CUT, MST e outras organizações para a chegada hoje do presidente Jair Bolsonaro à Vitória da Conquista. A provocação terá consequências já que foi preestabelecido que apenas 300 pessoas terão acesso à solenidade. O curioso é que o governador da Bahia, Rui Costa, levou todo dia de ontem na incerteza se ia ou não, mas foi aconselhado por amigos a comparecer. Ele não aceitou, em princípio, o desejo do PT de não comparecer ao ato do dia de hoje.

Idade salva Ângelo Sá da prisão

Foi suspensa ordem de prisão contra o ex-banqueiro Ângelo Calmon de Sá. Pesou na decisão judicial a idade avançada dele. De qualquer maneira, os outros processos continuam, mas em nenhum deles será mais pedida a prisão e sim pagamento de multas.

Palocci desmente André Esteves

O ex-ministro Antonio Palocci ficou irritado com uma possível declaração do banqueiro André Esteves culpando ele pela morte do prefeito de Santo André, Celso Daniel. O ex-ministro reafirma as acusações que fez ao dono do BTG Pactual e a outros bancos durante o período em que foi o primeiro ministro do PT.

Lula irritado

O ex-presidente Lula, no último final de semana, nas visitas que recebeu principalmente dos filhos, demonstrou muita irritação. Ele praticamente está convencido de que este ano ele não sai da prisão em Curitiba.

De primeira: Esteves ataca Palocci

Em escalões confirmados do governo, a mais nova versão da briga entre André Esteves e Antonio Palocci é que o banqueiro teria dito ao pastor Caio Fábio que foi Palocci que mandou matar o prefeito Celso Daniel. Só falta aparecer a gravação. Chumbo trocado não dói.

Uma mulher para comandar um paraíso turístico na Bahia

Ela é de tradicional família política, advogada e atual delegada titular da Barra, Carmen Dolores Bittencourt caminha para disputar com sucesso a prefeitura do município de Cairu. É neste município que está um dos arquipélagos mais lindos da Bahia. Nele estão famosas praias como Morro de São Paulo, Boipeba, Garapuá e Moreré a sétima praia mais linda do mundo. A moça tem handicap que ainda é importante: ela namora um dos mais bem sucedidos empresários do Brasil, Luiz Mendonça Filho, de Cairu e nome mais admirado e querido do município. 

Dias Toffoli tem segurança redobrada

Os presidentes do MDB Romero Jucá, do PP Ciro Nogueira, e do PDS Gilberto Kassab além do PT Gleisi Hoffmann, estão todos denunciados ao STF por corrupção, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha na Lava Jato. Estão prontos para serem inocentados diante da decisão do presidente do STF ministro Dias Toffoli de anular decisão tomada pelo COAF, Receita Federal e Ministério Público. Depois dessa decisão Dias Toffoli tem segurança redobrada para circular em Brasília.

Lobista das seguradoras

O presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM) tem trabalhado duro para assegurar os interesses das grandes seguradoras em mudanças polêmicas que tramitam há bastante tempo no Congresso. Ex-funcionário da Icatu, Rodrigo esqueceu há muito tempo que quem elege os políticos é o povo.

Contra a liberação

Na audiência de donos das duas maiores beneficiárias de recursos do FGTS, MRV e Direcional, com o Presidente da República, a choradeira se transformou em ameaças. Após perceberem que não conseguiriam cancelar a liberação, Rubens Menin tentou convencer Bolsonaro a limitar os saques. Menin ficou multi bilionário com o modelo perverso das contas do FGTS, que há décadas penaliza o trabalhador na remuneração de seu capital para bancar aventuras subsidiadas e os altos estoques da MRV. 

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: