Engenharia chinesa com dendê

Uma coisa é mais do que certa: se realmente a mega-ponte Salvador-Itaparica sair, o vice-governador da Bahia, João Leão “Bonitão”, se perpetua nas páginas da história do famoso estado nordestino. A ponte, obra colossal de engenharia, e que é considerada pelos opositores um devaneio dos sucessivos governos petistas do estado, vem avançando forte, agora contando com a presença de equipes de chineses da empresa vencedora da licitação, a China Railway reconhecendo as áreas dos canteiros de obras em Salvador. A futura ponte já foi apelidada carinhosamente de “Bonitona”, e a promessa é que milhares de carros passem por ela admirando a Baía de Todos os Santos daqui a quatro anos, no máximo. O mentor da empreitada, o incansável João Leão, “só pensa naquilo” dizem os mais próximos.

Tradicional versus Digital

Conforme já noticiado diversas vezes por este blog, está em curso uma das maiores revoluções bancárias da história do país. Muito antes de qualquer projeção, o banco digital Nubank acaba de superar o tradicional Itaú. Sem cobrar tarifas, o Nubank tem conquistado milhões de clientes em todas as faixas etárias. Enquanto os tradicionais Bradesco, Itaú, Santander e Banco do Brasil perdem participação, bancos digitais como Nubank, Inter e C6 conquistaram dezenas de milhões de novos clientes, especialmente entre os mais jovens, onde já detém mais de 50% de market share na faixa etária de 18 a 24 anos de idade. Para os bancos tradicionais, o alerta laranja já se transformou em alerta vermelho há algum tempo. Para sobreviverem à revolução digital, terão que se reinventar.

Crédito pouco eXPerto

A XP acabou de anunciar sua primeira linha de crédito para seus clientes pessoas físicas no mercado brasileiro. Num formato pega otário, o banco vai financiar o resgate antecipado de aplicações sem liquidez para investidores da XP que cometeram o erro primário de abrir mão de liquidez imediata em troca de um retorno extra geralmente pequeno. A operação será garantida pelas próprias aplicações e o volume liberado será sempre bem inferior ao aplicado dependendo do tipo do produto. Na maioria dos casos, investidores que optarem pela antecipação através da linha crédito receberão no final retornos líquidos abaixo da caderneta de poupança. Na XP, antes de abrir mão da liquidez das aplicações, é melhor pensar bem para não cair na armadilha do crédito pouco eXPerto. 

A milionária herança de Dona Marisa Lula da Silva

A Dona Marisa deixou uma verdadeira fortuna para o viúvo Lula e os quatro filhos Marcos Claudio, Fabio Luis, Sandro Luís e Luís Cláudio, todos Lula da Silva. A herança foi registrada pelo escritório de advocacia Teixeira Martins. Lula é inventariante do espólio de Dona Marisa. Para se ter uma ideia, ela deixou apartamentos, terrenos, casas e aplicações financeiras. Os valores atingem alguns milhões de reais. O viúvo e os quatro filhos estão com uma herança que os tornam mais ricos ainda.

Luta pelo poder divide a família Odebrecht

Norberto Odebrecht lançou há alguns anos o luxuoso loteamento Caminho das Árvores. Escolheu um lote e ali construiu um imóvel para ele e os filhos. De lá para cá tudo mudou, e depois da morte do Doutor Norberto o controle passou para o filho mais velho, Emílio. Veio o tsunami da Lava Jato e destruiu a reputação, prestígio e riqueza da família Odebrecht. A família está dividida e Emílio quer destruir o antigo abrigo construído pelo pai e ali lançar um prédio. Os herdeiros estão divididos, mas o detalhe é que a Bahia não tem grande investidor, muito menos fortuna para comprar a mansão dos Odebrecht no Caminho das Árvores.

A família Mariani é um exemplo de humildade

Outra fortuna da Bahia que progrediu foi a de Clemente Mariani. Os herdeiros souberam ampliar o poderio não só investindo em bancos, imóveis, mas também no setor petroquímico. Em Salvador a área mais valiosa pertence a eles, fica na ladeira da Barra e abrange alguns bairros. Para se ter uma ideia, o valor da área é incalculável.

Moro quer o fim do IPVA

Já está viralizando nas redes sociais uma afirmação do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Ele afirma que o veículo é um bem de consumo e o IPVA deveria ser cobrado de uma só vez e não várias. Ele entende que o governo privatiza rodovias e o contribuinte paga pedágio e IPVA, para ele é uma bitributação por isso ele é contra. Moro continua ao lado do povo.

Mobilização nacional contra o Legislativo e Judiciário

Na internet já começou a mobilização nacional contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal. A convocação pelas redes sociais quer reunir milhares de pessoas nas principais capitais do país pedindo, por incrível que pareça, o fim do Legislativo e do Judiciário no Brasil. Ocorre que estes dois poderes há algum tempo estão brincando com fogo.

Nova greve geral na França preocupa Europa

A França está enfrentando, nesses últimos dias, mais uma greve geral. O país está praticamente paralisado e o presidente Emmanuel Macron com teste de popularidade abaixo dos indicadores mais sofríveis. A Europa está preocupada porque a França irradia democracia para todo o mundo. 

A cineasta do PT

Petra Costa, a cineasta que dirige o documentário sobre o impeachment de Dilma Rousseff, está concorrendo a um Oscar em Hollywood. É filha de Marília Andrade e herdeira da Andrade Gutierrez e amiga do ex-presidente Lula. Petra tem uma produtora de nome Busca Vida Filmes e Produções. A produtora é apenas um hobby porque ela é herdeira da Andrade Gutierrez e sócia da Verdegeis Participações e Holding que integra a cadeia social de diversos empreendimentos do grupo inclusive a falida Telemar/Oi. A mãe dela foi mulher de Luís Favre que mais tarde casou com a senadora Marta Suplicy e depois se divorciou. O documentário da moça concorre ao Oscar e a família está gastando uma verdadeira fortuna para divulgação do documentário.

Na mosca

No início do ano, este blog antecipou que a Lava Jato ia voltar com muita força. E voltou. Ainda que o Judiciário só retome seus trabalhos na próxima semana, vão ocorrer algumas prisões no Rio, São Paulo, Bahia e Paraíba, cujas capitais vão ter muita agitação.

Senador e amigo voltam às redes sociais na Lava Jato

Desde ontem, Cláudio Melo Filho e Hilberto Silva, delatores da Odebrecht na Lava Jato, voltaram a ocupar plano de destaque. Ambos revelando valores e joias entregues por eles a Carlos Daltro, um dos operadores do senador Jaques Wagner no PT. Até o final de semana vamos ter muitas novidades envolvendo a Bahia e novos personagens.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: