Tsunami mineiro

A contagem das vítimas do tsunami que varreu no primeiro turno das eleições deste ano dezenas de figuras políticas tradicionais da política mineira está longe de terminar. Além de Pimentel, Dilma e de vários deputados que não foram reeleitos, a expectativa é que, com a eleição do empresário Romeu Zema (NOVO), milhares de servidores e empresários que sempre viveram das tetas do governo mineiro e de suas estatais sejam as próximas vítimas do tsunami, que só poderá ser comparado à tragédia de Mariana, mas que, diferentemente da última, nunca será esquecida.

Ceará dispara no Nordeste

Enquanto a Bahia fecha hotéis e tem um aeroporto de péssima qualidade, o Ceará dispara na liderança turística do Nordeste. O aeroporto de Fortaleza tem um fluxo aéreo internacional maior que o da Bahia. Este ano, quatro milhões de turistas já visitaram o estado, turistas com recursos, diferentemente dos que visitam Salvador, na sua maioria, classe média baixa. E agora, o Ceará decidiu investir nos turistas suecos.

Brasília vai decidir

A última vaga para deputado federal da Bahia coloca frente a frente PT e PC do B contra o DEM. O ex-prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho, garantiu as vitórias de Haddad e Rui na região com larga margem, e para a Câmara Federal, teve mais de 100 mil votos. Agora, luta no STJ e TSE contra Leur Lomanto Júnior do DEM, que teve pouco mais de 80 mil votos. A decisão deve sair até dia 9 de novembro, e nos Tribunais Superiores de Brasília, o ex-ministro Jacques Wagner tem muito mais prestígio que o Prefeito de Salvador ACM Neto.

A bancada militar não é o Exército

Ninguém esperava que a renovação na Câmara dos Deputados fosse tão grande. O receio da dificuldade de administrar o país sem bancada não existe mais para os Bolsonaristas, diante dos eleitos que o apoiarão, se vencer a eleição. Mas antes mesmo do resultado do segundo turno, e antes de suas posses, parlamentares eleitos já começaram a discutir sobre poder e formação de times para defender assuntos de interesse de corporações. Com a novidade de uma bancada militar, com generais eleitos, coronéis e outras patentes, membros da cúpula do Exército se anteciparam e deixam claro que, ninguém representa a instituição e seus ideais, ninguém fala pelo Exército, a não ser o Comandante Eduardo Vilas Boas. A mensagem chega como alívio para quem teme dias tensos e conflitos na democracia brasileira.Vilas Boas é um defensor da paz e da democracia, tem um perfil moderado e é admirado no meio político.

Vulnerabilidade comprovada

A prisão, na última semana, de uma quadrilha em São Paulo que, segundo a Polícia, desviou cerca de R$400 milhões de cerca de 25.000 clientes comprova a vulnerabilidade dos grandes bancos de varejo como Bradesco, Itaú, Santander e Safra a fraudes. Segundo fontes ouvidas pelo blog, o esquema nunca foi identificado pelos bancos e a prisão só ocorreu porque membros da quadrilha ostentavam demais com carros de luxo e aluguel de jatos.

Vulnerabilidade comprovada II

Mesmo tendo seus clientes como vítimas, misteriosamente os grandes bancos como Bradesco, Itaú, Santander e Safra nunca reportaram ao COAF, responsável por coibir a lavagem de dinheiro, as centenas de milhões de reais depositados e movimentados pelos membros da quadrilha em contas bancárias e cartões de crédito. Conforme informações obtidas pelo blog, gerentes do Santander e do Safra tratavam membros da quadrilha como clientes vip, sem perguntar ou questionar a origem de tanto dinheiro.

Haddad x Edir Macedo

O ataque desferido pelo candidato Fernando Haddad contra o bispo Edir Macedo, líder da Igreja Assembleia de Deus, tem consequências imprevisíveis para o PT. Hoje os evangélicos no Brasil somam mais 60 milhões de pessoas. No PT uma reação forte contra Haddad foi anunciada internamente porque o bispo Edir Macedo, em nota oficial divulgada, revelou que em eleições passadas apoiou o ex-presidente Lula. Agora quando ele apoia Jair Bolsonaro a sua igreja sofre um violento ataque de Fernando Haddad. Assim ficará muito difícil Haddad alcançar Bolsonaro que nas pesquisas já atinge 18% a 20% de diferença.

Uma fortuna colossal

Complicou ainda mais a situação do advogado Tiago Cedraz, filho do ministro Aroldo Cedraz. A PGR, que denunciou pai e filho, apresentou dados da Polícia Federal e da Receita Federal onde Tiago Cedraz tem uma fortuna de quase 25 milhões de reais, tal fortuna conquistada em pouco mais de 5 anos. Cedraz mora em uma mansão no Lago Sul e no seu escritório há vaga para centenas de carros. Também a fortuna do pai é alvo de investigação e tudo indica que pai e filhos vão ser denunciados.

Fila

Os principais candidatos aos governos neste segundo turno querem o apoio de Jair Bolsonaro. No Rio de Janeiro os dois adversários já foram avisados de que Bolsonaro será neutro nas eleições cariocas. Em São Paulo o candidato do PSDB tentou falar com Bolsonaro no último sábado e não conseguiu. Ele garante que vai conseguir o apoio de Jair Bolsonaro. Em Brasília o candidato que está na dianteira quer o apoio, mas Bolsonaro ainda não se definiu. Como se vê, Jair Bolsonaro é hoje o maior cabo eleitoral do país.

Cara a cara

Jair Bolsonaro resolveu aceitar o desafio de Fernando Haddad para um debate na televisão, só não quer nenhum mediador. Principalmente se for do grupo Globo, que não é segredo para ninguém, faz oposição ao ex-capitão do exército. O debate agora só depende de Fernando Haddad.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: