Cidadão Neymar

Ruas e avenidas vazias, multidões em praças públicas e festas agendadas. Nenhum país do mundo para como o Brasil, para assistir à uma Copa do Mundo. A estreia foi decepcionante e este blog antecipou que a responsabilidade que o Grupo Globo está colocando nos ombros de Neymar, chega a ser cruel. O Brasil é ingrato com os seus ídolos quando eles falham. Vamos torcer para que a Seleção Brasileira, e não os seus jogadores, seja o grande trunfo, afinal de contas, craque é o Cristiano Ronaldo.

Pesquisa assustadora

A Folha de São Paulo acaba de publicar a pesquisa do Datafolha, onde aponta que 70 milhões de brasileiros com 17 anos ou mais deixariam o Brasil se puderem. Portugal têm sido o país preferido ao lado dos Estados Unidos. O mais grave é que a maioria desses jovens tem nível superior. Médicos, dentistas, engenheiros e advogados estão optando por Portugal. Para se ter uma ideia, o número de pedidos de cidadania cresceu assustadoramente nos últimos anos.

Vai sair a CPI

Este blog destacou que a senadora Lídice da Mata era um dos melhores quadros políticos do país. Ela reafirma o fato e confirma a sua respeitabilidade diante dos seus colegas do Congresso Nacional. Acaba de conseguir as assinaturas necessárias que garantem a criação da CPI dos planos de saúde, um desejo de milhões de brasileiros explorados pelas empresas milionárias de planos de saúde. A CPI terá indicações dos partidos e logo após a Copa do Mundo será instalada. Serão convocados os presidentes da empresas e não os lobistas que atuam em Brasília. A saúde dos brasileiros vai mal, e as seguradoras milionárias.

Mágoa de Lula

O ex-presidente Lula, preso em Curitiba, não perdoa Emílio Odebrecht pelas constantes acusações que têm feito a ele. Quando ainda estava solto, Lula chegou a receber recados de Emílio de que seria poupado. Agora, Emílio começa mostrar fatos novos contra Lula e virou um dos maiores informantes do juiz Sérgio Moro. Amigos do ex-presidente confirmam que se ele falar, Emílio vai pegar muitos anos de cadeia, principalmente com referência a compra da Braskem. É só questão de tempo.

Para salvar o filho

Para os aliados do ex-presidente Lula as novas denúncias de Emílio são para livrar o filho Marcelo Odebrecht. Somente agora, o pai resolve dizer à Justiça que era ele quem cuidava de corrupção junto ao ex-presidente. Silenciou diante dos seus compromissos com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Agora, pai e filho são os maiores delatores junto ao juiz Sérgio Moro. Ocorre que Marcelo chegou primeiro.

Antes elas do que ele

O empresário e locutor da Rede Globo, Galvão Bueno, já vinha perdendo audiência para quem gosta de futebol. A revista Veja desta semana destaca três mulheres que estão atuando nos canais Fox Sports e SporTV, a mineira Isabelly Morais, a carioca Renata Silveira e a baiana Manuela Avena. Ninguém aguenta mais Galvão Bueno.

Não salva ninguém

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e a Polícia Federal já estão distribuindo denúncias contra políticos e empresários apanhados na Operação Câmbio, desligo. O fato está sendo comunicado à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, já que alguns possuem foro privilegiado.

É ele

O ex-ministro da Educação e ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, na última semana circulou entre várias correntes do PT na capital paulista para fixar a sua posição, caso seja escolhido como substituto do ex-presidente Lula à sucessão presidencial. O ex-presidente, embora com a candidatura já lançada, sente o cerco se fechar mas não abre mão de uma coisa: é ele, ou Fernando Haddad.

Vigilância nos prefeitos

Os candidatos às Assembleias Legislativas e à Câmara Federal não suportam mais os pedidos de prefeitos e cabos eleitorais do interior em troca de votos. Começaram a fazer denúncias veladas e a Justiça Eleitoral pede a eles que gravem as conversas com os seus celulares e encaminhem à Polícia Federal. Essa gente não tem jeito.

A Copa pós Copa no Brasil

A Copa começou mas o país parece não estar tão no clima assim. Falta emoção nas ruas, aquela esperança nos rostos, criatividade nas  campanhas de TV e, até em coberturas jornalísticas, alguns profissionais parecem meio “sem graça”. Não deve ser falta de confiança na seleção de Tite; os problemas no Brasil são tantos e tão perto de todos, que o famoso espírito brasileiro parece meio perdido. Desta vez, o país está diferente. A  Copa no Brasil deixou marcas inesquecíveis. Os sete gols da Alemanha ainda doem, mas com certeza não foi a derrota mais grave, diante das promessas de legado, obras inacabadas, superfaturamentos, abandono de estádios onde foram investidas verdadeiras fortunas e dinheiro público jogado fora. Copa para o brasileiro virou sinônimo de corrupção, roubo, propina e talvez por isso, nem o próprio torcedor consiga entender o que se passa com suas emoções, invadidas por uma grande dose de crimes, que entraram em nossas veias, até subliminarmente, e que nos impedem, mesmo contra nossa vontade, de nos emocionar. Infelizmente nem todos vivem esta  experiência, mas este é um momento de esperança pra quem clama por responsabilidade, a um povo que tem lavado suas mãos e deixado o país nas mãos de quem lava dinheiro e tem a corrupção como cartilha da vida. Não precisa deixar de torcer, vibrar pela seleção, mas é hora de tentar acertar, transformar esta energia do momento em reflexão e atitude, fazer um gol na urna com compromisso ético,  moral e social. Oxalá, que os brasileiros consigam desta vez formar um bom time de políticos, e dar pelo menos uma vitória de esperança ao Brasil.

Na mosca

Este blog antecipou que o ex-presidente da Petrobras, Pedro Parente, tinha emprego certo na BRF. Neste final de semana, ele foi eleito pelo Conselho de Administração para o cargo de presidente global da processadora de alimentos, dona das marcas Sadia e Perdigão. As ações da BRF estouraram, as da Petrobras continuam em baixa.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: