Toffoli decepciona no combate à corrupção

Desde que assumiu a presidência do STF, o ministro Dias Toffoli não colocou em pauta nenhum dos processos da Operação Lava Jato. A ex-presidente Cármen Lúcia teve dificuldades, mas ainda julgou, não cumpriu o ritual de Joaquim Barbosa que foi destaque do STF em todo esse processo da Lava Jato. Profundamente desgastado pelos últimos acontecimento, Dias Toffoli tem se apoiado inexplicavelmente no presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia, que tem três denúncias da Odebrecht, OAS e UTC contra si no próprio STF. Uma pena para o tribunal mais importante do país, cujo presidente já não impõe o respeito que o cargo merece.

 

Privatização da Embasa

O governador Rui Costa vai privatizar a Embasa. Não tem pressa ainda porque tem fôlego financeiro. O estado tem na Embasa uma joia e no dia que for privatizada, será por um preço muito alto.

Fecharam as torneiras e agora recorrem ao STF

O governo federal continua fechando as torneiras de gastos, reduzindo despesas de bilhões de reais nesses primeiros cem dias do presidente Bolsonaro. Petrobras, BNDES, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, e alguns ministérios estão com as torneiras fechadas. A última decisão do governo foi determinar que seus ministérios comprem passagens diretamente nas empresas aéreas e façam reservas diretamente nos hotéis. Por incrível que pareça isso já provocou a ação de lobby das agências de turismo que acabam de ingressar no STF, acredite se quiser, dizendo que ao reduzir custos o Estado está dando prejuízo para elas. Só cadeia nessa gente.

CPI para as universidades federais

A Assembleia Legislativa de São Paulo se antecipou à Câmara dos Deputados em Brasília e criou uma CPI para fiscalizar a politização das universidades federais, os gastos astronômicos com eventos e viagens. Vai sacudir o país.

Comissão especial para Lava Jato no TSE

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministra Rosa Weber, acaba de criar a comissão especial para encaminhamento e julgamento de caixa dois, que agora virou crime eleitoral. Preocupada com a inércia do STF, que tem tido de uma morosidade incrível, ela quer que o TSE tenha uma atuação ativa.

Moro venceu. STJ reduz pena de Lula, mas afirma que ele é criminoso

Foi uma ducha fria para o PT que acompanhou ontem em Brasília o julgamento do ex-presidente Lula pelo STJ. Lula teve a pena reduzida em quatro anos, mas o tribunal reafirmou que ele é criminoso e não o inocentou como queria o PT.

Desabafo de ministro emociona no julgamento de Lula

O ministro do STJ, Marcelo Navarro Dantas, emocionou a todos quando desabafou que fora agredido pelo PT quando na realidade estava em São Paulo acompanhando sua esposa numa cirurgia para combate do câncer. No Congresso Nacional uma velha raposa que assistia à transmissão do julgamento foi categórica: “O PT não tem alma nem coração.”

O acontecimento político, econômico e social do ano

Ainda repercute em Trancoso o casamento dos jovens Kika Laffranchi e Thiago Schietti, ele um bem sucedido sócio da Gestora Super Nova, no último final de semana. As principais colunistas e blogueiras do país estiveram presentes enquanto Jota Quest e Ivete Sangalo foram os destaques musicais do evento comandado pela elegância e beleza da mãe da noiva Barbara Laffranchi, que encantou a todos pela classe de uma verdadeira lady. Convidados de todas as partes do país estiveram presentes e os campos de pouso de Porto Seguro ficaram lotados de jatos de última geração.

Denúncia de empreendimento milionário na Bahia chega a Brasília

O ministro do meio ambiente tomou conhecimento de que na Bahia o lançamento de um empreendimento imobiliário, Ponta dos Castelhanos, provoca arrepios. O empreendimento fica no arquipélago de Tinharé e Boipeba. A área de proteção ambiental está em frente a um dos locais mais lindos da Bahia, Mururé. O empreendimento é do ex-presidente do Banco Central, Armínio Fraga, e um dos herdeiros do Grupo Globo, João Roberto Marinho. No que depender de Brasília, não vai sair.

Lula, Alan García e Marcelo Odebrecht juntos

Caiu na rede. Um jantar em Lima onde estão juntos o ex-presidente do Peru, Alan García, que recentemente se suicidou, Lula, e Marcelo Odebrecht. E Lula ainda afirma que é inocente, pode?

Combo pega otário

Desesperado com a competição trazida pelas fintechs e empresas como Stone e PagSeguro para o segmento de meios de pagamento, o Banco Itaú lançou com a Rede, sua subsidiária para o segmento de cartões, uma promoção onde os pequenos comerciantes pagarão a metade do dobro ao utilizarem as máquinas da Rede e a conta do Itaú. A prática criminosa e prejudicial à concorrência já foi denunciada por concorrentes como “dumping” e venda casada ao CADE e ao Banco Central. O combo pega otário lançado pelo Banco Itaú e a Rede marca mais um episódio da guerra envolvendo as maquininhas de cartões de crédito, também conhecidas como ratoeirinhas. O comportamento nocivo do Itaú deve provocar a ira dos concorrentes e acelerar a entrada de gigantes do setor como Stone, PagSeguro, Mercado Livre, Global Payments e FirstData no mercado de contas digitais.

Combo pega otário II

Para reagir à venda casada promovida pela dupla Itaú e Rede, grandes players da área de meios de pagamento acelerarão seus planos de aquisição de bancos pequenos e médios. A consolidação no setor foi extremamente facilitada pelo novo rito adotado pelo Banco Central para aquisição de bancos locais por estrangeiros. Já na semana passada, pela primeira vez em sua história, o Banco Central autorizou a venda de cem por cento do Banco Inter para um grupo estrangeiro. Antes do novo rito, as aquisições exigiam o crivo presidencial.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: