Um dos maiores hospitais do mundo, o Johns Hopkins, homenageia médica baiana Daniela Salles

A médica baiana Daniela Correia Salles faleceu semana passada, aos 35 anos, em um trágico acidente, em Baltimore, Estados Unidos. Daniela estava concluindo o pós-doutorado em patologia oncológica e era considerada uma patologista e pesquisadora excepcional. Liderou pesquisas e contribuiu para vários estudos. Mesmo tão jovem, Daniela deixa um legado, e o reconhecimento e importância de seu trabalho abre portas para estudantes brasileiros. O Hospital Johns Hopkins decidiu criar um fundo com o nome de Daniela Salles, para brasileiros que queiram se especializar em patologia. Daniela é filha do médico Osmário Salles, o mais respeitado endocrinologista da Bahia.

Moro vem aí em novembro

O Podemos vai anunciar em novembro a candidatura de Sérgio Moro à sucessão presidencial. Convenhamos que Moro, Eduardo Leite e Rodrigo Pacheco são coisas novas da política nacional. 

Por que Paulo Guedes perdeu a disputa no governo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, começou com pinta de primeiro-ministro. Juntou sob o seu comando os antigos ministérios da Fazenda, do Planejamento e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. Aos poucos, foi perdendo poder. A corrosão do prestígio de Guedes se deu por diversas razões. Mais de uma vez ele se meteu a negociar com o Congresso. Como não tem experiência alguma no assunto, não é surpresa que tenha perdido uma parada atrás da outra. Auxílio emergencial, reforma tributária, reforma administrativa, IRPJ, orçamentos de 2020 e 2021 são só alguns exemplos. Um analista aponta outro motivo nas derrapadas de Guedes. Ele negocia em Brasília como se transaciona um ativo no mercado financeiro. Chuta o preço para cima ou para baixo para tentar chegar a um meio-termo. Isso não funciona em Brasília. Quem teve sucesso antes dele primou pela franqueza. Foi assim com seus antecessores como Pedro Malan, Henrique Meirelles, Fernando Henrique Cardoso e Pedro Parente. Escondendo o jogo aqui e ali, ele foi perdendo a credibilidade. É como na história dos três porquinhos: Prático deixou de acreditar nos seus irmãos porque foi enrolado com o aviso de que o lobo estava chegando.

Quem são os petistas aninhados nos bancos públicos

Incumbido de acompanhar os bancos estatais, o secretário especial da Presidência da República, almirante Flávio Rocha, monitora as indicações para cargos de chefia nessas instituições. O Planalto passará em revista também quem já ocupa essas posições. O que motivou o pente-fino foi a descoberta de que o BNB repassava quase R$ 1 bilhão por ano para que o Instituto Nordeste Cidadania (Inec), uma ONG ligada ao PT, gerisse seu programa de microcrédito, o Crediamigo. Nos últimos dias, o Planalto descobriu que havia uma situação semelhante com o microcrédito do Basa, onde o Florescer Rural ainda é administrado pela Amazoncred, outra ONG ligada ao PT.

Pente-fino atingirá diretores e superintendentes de bancos oficiais

O monitoramento às nomeações nos bancos estatais foi cobrado pelo presidente Jair Bolsonaro e não se restringirá apenas aos cargos de diretoria. Alcançará também outras nomeações, como as de superintendentes. No BNB, por exemplo, são, pelo menos, onze cargos, como a Superintendente de Microfinanças e o Superintendente de Negócios de Varejo, que tem trabalhado para “dar um jeito” de inabilitar concorrentes da licitação em andamento, com vistas a fazer novo contrato de emergência com a ONG petista.

Rodrigo Pacheco é manchete política das últimas 48 horas

A notícia que o presidente do Congresso Nacional, o senador Rodrigo Pacheco, comunicou ao DEM a sua saída, tomou conta do noticiário político de Brasília. 

Agora é o comunicado do PSD

Nas próximas horas, Rodrigo Pacheco vai comunicar o seu ingresso no PSD numa jogada do mestre Gilberto Kassab, hoje considerado a maior cabeça política do Brasil.

Quarta-feira deve ser a grande festa

A próxima quarta-feira, aliás, quando Brasília começa a receber os parlamentares, o PSD deve fazer a sua grande festa e colocar Pacheco como seu candidato oficial à sucessão presidencial.

Eduardo Leite continua conquistando corações e mentes das eleitoras brasileiras

O hino da campanha do governador do Rio Grande do Sul, que disputa no PSDB a candidatura para sucessão presidencial, viralizou nas redes sociais. O jovem governador gaúcho está conquistando corações e mentes do eleitorado feminino brasileiro. 

Onda de violência domina a Bahia

Agora, já não são nem dois, nem três assassinatos, um dos últimos mostrou dez mortes. O baiano já não sai como saía à noite. Ninguém sabe se o problema é policial ou social. O estado da Bahia empobreceu muito, e a sua capital Salvador mais ainda. 

Blogs investigativos internacionais já têm os nomes da delação premiada da Operação Faroeste

Já tem blogs investigativos internacionais com a relação dos 68 nomes de advogados, desembargadores, desembargadoras, empresários e políticos denunciados pela desembargadora do Tribunal de Justiça da Bahia, Sandra Inês, e o seu filho. Em Brasília, uma agitação desde ontem tomou conta dos meios jurídicos, já que esses blogs investigativos internacionais não têm dó, nem piedade.

PEC dos Precatórios pode ser votada hoje

O governo está perdido. Não tem como pagar os auxílios que promete aos pobres acabando com o Bolsa Família. Ontem, de última hora, o ministro da Cidadania, João Roma, foi chamado e a solenidade foi cancelada. O relator da PEC dos precatórios pediu aumento de ontem para hoje para votar os precatórios. O governo quer pagar no próximo ano só R$80 milhões, assim mesmo parceladamente, deixando mais de R$100 milhões para o próximo governo. O presidente Bolsonaro bate cabeça com o ministro da Economia, com o ministro de Minas e Energia e com o presidente da Petrobras. Ele perdeu a liderança e a confusão tomou conta de Brasília fazendo com que a Bolsa explodisse, e o dólar e o euro disparassem. A situação é gravíssima e não se tem como aliviar porque falta liderança no país.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: