A dupla OAS e Odebrecht continua na UTI

A OAS tem feito acordos para pagar compromissos bancários e fornecedores em parcelas mensais. Os seus funcionários estão com pagamentos atrasados três meses. A Odebrecht, apesar de fechar acordo de leniência, tem problemas com a rede bancária, que por sua vez não confia em acordos com as empreiteiras. Até mesmo os acordos para indenizar ex-funcionários e executivos estão sendo cumpridos parcialmente. A Odebrecht tem encontrado dificuldades para cumprir o que prometeu. A crise brasileira ainda não permite a volta de construções para as duas empreiteiras, e com isso quem mais sofre é o estado da Bahia.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: