Lobo pastor

Como em um filme de terror, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) confiou a gestão do fundo Cobalto, que é responsável por grande parte da gestão das dívidas do Banif com o fundo, para ex-executivos do Banco do Brasil, que foram convidados a se retirar do banco pelas artes que promoveram. Conforme esperado, grande parte das ovelhas desapareceram e, em muitos casos, não sobrou nem a lã para o FGC.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: