Perdão bilionário

Após o escandaloso e multi bilionário empréstimo de pai para filho para o banco de Joesley Batista, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) deverá voltar aos holofotes em breve. O fundo terá que explicar o perdão bilionário de parte da dívida que deveria receber dos gestores do finado banco português Banif. A operação deverá render muita dor de cabeça, não só para o FGC, como também para os “artistas” brasileiros e portugueses que a viabilizaram.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: