O Dia D de Temer

O presidente Michel Temer já não esconde de amigos mais próximos a sua solidão, o seu arrependimento e o seu medo. Vive só no Palácio do Planalto e reclama ter o maior arrependimento ao conspirar para queda de Dilma Rousseff. Como vice-presidente, tinha todas mordomias e os seus atos de corrupção estavam guardados. Ao assumir a Presidência, virou alvo de denúncias graves e seu maior medo é sair do Palácio do Planalto no dia 2 de janeiro de 2019. Teme que um camburão da Polícia Federal esteja a sua espera.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: