Eleição deixou de ser um bom negócio

Quem vivia de campanhas e ganhava verdadeiras fortunas trabalhando de dois em dois anos, não consegue mais. O dinheiro vem diminuindo nas últimas eleições e com isso um mercado amador tomou conta do marketing político. Este ano a situação está um pouco pior. Com os escândalos de corrupção, fim das doações das empresas e promessa de fiscalização mais rígida do TSE, a falta de dinheiro virou desculpa pra se contratar mais barato, e profissionais de primeira linha não caíram na conversa de alguns políticos e preferiram ficar de fora. A realidade é que há muito tempo não vale mais à pena largar suas empresas ou bons empregos pra se fazer campanha.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: