Bebendo do próprio veneno

O candidato do PT à sucessão presidencial, o talentoso Fernando Haddad, deveria ter a humildade de pedir desculpa publicamente ao general Mourão por ter divulgado uma mentira. Acusou o vice de Bolsonaro de ter torturado o cantor Geraldo Azevedo. O cantor pediu desculpas dizendo que teve equívoco. Haddad não procedeu da mesma forma. Disse que o general Mourão era amigo do coronel Brilhante Ustra, acusado de ter torturado presos políticos. Faltou humildade ao professor Fernando Haddad.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: