Impedido

O ex-presidente do STF, ministro Ayres de Britto, foi o único magistrado que criticou a presença do juiz Sergio Moro no ministério da justiça e da segurança pública. Ocorre que já está na redes sociais a seguinte manchete da Folha de São Paulo no dia sete de maio de 2003: “Lula anuncia advogado petista para vaga no STF”. No mínimo o ex-presidente do STF deveria se julgar impedido de fazer qualquer comentário já que ele sim foi nomeado para o STF por ter sido advogado do PT.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: