Cabide de empregos

Desde que criou o Ministério da Defesa o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso só entregou o cargo a políticos que perdiam eleições. Lula e Dilma seguiram o figurino de FHC só colocando políticos perdedores e com um agravante: petistas. A crise do Rio de Janeiro provocou a saída do então Ministro da Defesa para o Ministério da Segurança Pública, aí o presidente Michel Temer colocou no cargo um general que era vice do então titular. Agora o presidente eleito Jair Bolsonaro coloca um general de 4 estrelas da reserva Fernando Azevedo e com isso dá o cargo a respeitabilidade que ele merece.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: