A tensão com a realidade não é fake news

A realidade financeira do estado, resultado do excesso de gastos desnecessários, dos privilégios, inchaço da máquina, déficit da previdência, entre outros, provocou a reação dos servidores do estado, que, com medo de ficar sem os salários, decidiram manter pressão diária, divulgando números, protestando, e não deixando em paz o Governador da Bahia, Rui Costa, neste final de governo. Sentindo a pressão, na sua página no Facebook, Rui Costa tenta  tranquilizar os servidores, garantindo que não haverá parcelamento de salários, e afirma: “Não posso admitir a disseminação de fake news que tem como objetivo criar um clima de instabilidade e preocupação entre os servidores…”. Rui Costa disse ainda, que está estudando medidas para garantir a estabilidade financeira do estado e a manutenção dos investimentos, na capital e no interior. Rui Costa vai ter que se virar, sem o privilégio de ter o PT no comando do país, como no seu primeiro mandato.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: