Orphan drug

O novo ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), poderá marcar um golaço de placa logo no início do governo caso acelere as aprovações de um medicamento desenvolvido por um cientista de Minas Gerais para tratar a esclerose múltipla. Além de aliviar o sofrimento dos brasileiros vítimas da doença, o tratamento, único no mundo, deverá gerar bilhões de dólares em royalties para o Brasil.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: