Pra inglês ver

Após criar grande expectativa, a lista publicada pelo BNDES revelou muito pouco e não trouxe, conforme esperado, informações bombásticas. Se por um lado, a iniciativa de abrir informações que já deveriam ser públicas é louvável, por outro o banco de desenvolvimento, agora presidido por um ex-diretor do Bradesco e ministro de Dilma, deveria mesmo é disponibilizar à sociedade todo e qualquer contrato de empréstimo, uma vez que quem mantém o BNDES funcionando é o dinheiro público.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: