Baleiro que vende laranja

A sessão de atos de diário oficial da Assembleia Legislativa da Bahia de 31 de janeiro foi comemorada por muitos dos funcionários da casa devido a um nome que desligou do parlamento baiano. Até então poderoso, foi ele que permitiu que a Assembleia tivesse mais um caso daquele “pense num absurdo que a Bahia tem precedente” expressado por Otávio Mangabeira no legislativo baiano. O baleiro só vende laranja, Queiroz que se cuide.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: