Em guerra

Pela primeira vez em quase duas décadas, um governador de São Paulo decidiu enfrentar pra valer o PCC. Após transferir os líderes para presídios federais fora do estado e prender preventivamente grande parte das cabeças do movimento, o próximo passo será atacar o poderio financeiro da organização. Postos de gasolina, floriculturas e centros de comércio popular já estão na mira da Justiça, das Polícias Militar e Federal e da Receita Federal. O objetivo de Doria é transformar São Paulo na Suíça em termos de segurança. Pior para os outros estados que, se nada fizeram, receberão em peso grande parte da bandidagem de São Paulo.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: