Vácuo no poder

O deputado Rodrigo Maia, que se elegeu com inexpressiva votação como deputado federal-RJ, está preenchendo o vácuo político deixado pelo governo Bolsonaro. Sem legitimidade dos votos e somente pela condição de presidente da Câmara dos Deputados, ele está liderando conforme suas opiniões a condução dos principais projetos do governo, se esquecendo dos 53 milhões de votos em Bolsonaro e suas aclamadas propostas de mudança. Sua arrogância e presunção de poder impressionam. Até agora em nada contribuiu para o avanço das propostas da nova previdência e do projeto anti-crime. Está requentando assuntos como criminalizar abuso de poder, condicionar previdência geral aos militares, etc. Seu papel deveria ser apenas agilizar para que as discussões, revisões e votação aconteçam nas comissões e no plenário. Preocupa sua interferência no processo com opiniões pessoais ou de seu grupo oligárquico, grupo esse que já conhecemos seus interesses (lembram-se do engavetamento das 10 Medidas Anti-Corrupção?).

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: