Mortes de dois trabalhadores comovem Salvador

A queda de três operários de um prédio de luxo no Corredor da Vitória, sem nenhuma proteção, chocou a capital baiana. Entre os mortos está um jovem menor de idade. Várias entidades querem levar o síndico Roberto Oliva, dono da Intermarítima, a juízo. A contratação dos trabalhadores foi ilegal e o mais grave: o menor de dezessete anos de idade. Não é a primeira vez que Roberto Oliva terá problemas na justiça.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: