Alça da mira II

O recado dado pelo Procurador da República Júlio Noronha na coletiva de ontem não podia ser mais claro aos bancos e seus funcionários: “A operação de hoje inicia a responsabilização de agentes que atuaram no mercado financeiro e bancário, e permitiram que milhões de reais fossem lavados e pagos como propina no grande esquema revelado pela Lava Jato”. Além do Banco Paulista, estão na mira da força-tarefa da Lava Jato diretores de lavanderias renomadas como Credit Suisse, Safra, HSBC, JP Morgan e Bradesco.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: