Alcolumbre não abre a caixa preta do Senado

Desde que o senador Davi Alcolumbre assumiu a presidência do Senado, os gastos dos senadores com diárias cresceu quase 150%. O Ministério Público, junto ao Tribunal de Contas da União, determinou que o fato deve ser investigado pelo próprio TCU. Davi Alcolumbre resiste em abrir a caixa preta dos gabinetes até porque ele próprio gastou R$ 1 milhão em gráficas de Brasília sem comprovantes e mais R$ 1 milhão em um hotel em Marabá. Ele não apresenta as notas de comprovação e com isso o seu prestígio está em baixa, embora ele insista em criar dificuldades para que o governo tenha êxito na aprovação da nova lei da previdência.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: