Nas alturas

Os dados coletados pela ANAC mostram que no Brasil o número de 1 para 1000, ou seja, a cada 1 ação movida contra as empresas aéreas em outros países o Brasil possui 1000 processos. Só em 2017 as condenações judiciais representaram aproximadamente 1% dos custos e despesas operacionais, resultando em um montante aproximado de R$ 311 milhões, advindos de mais de 60 mil processos judiciais. Ou o serviço aéreo no Brasil é muito pior que em qualquer lugar do mundo ou as companhias aéreas não estão sabendo ressarcir adequadamente por meios administrativos os clientes prejudicados.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: