Protelação criminosa

O Banco Bradesco, um dos maiores usuários da justiça, já não pode contar com a conivência das instâncias superiores da Justiça do Trabalho para protelar o pagamento do que deve à ex-funcionários. As decisões na corte têm tido grande velocidade e artifícios utilizados pelos caros advogados do banco não têm prosperado como no passado.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: