O jovem sem TV

A televisão já foi considerada item essencial na casa de uma pessoa. Quem nunca ouviu uma história de uma pessoa que tem móveis mais simples em casa, mas com certeza uma televisão boa? Com o avanço da internet e de aparelhos como tablets e smartphones, a TV está ficando em segundo plano. O uso do aparelho que já se tem em casa está diferente, uma vez que a programação online é muito variada e de fácil acesso através de YouTube, Netflix e muitos outros. Desde 2016 a TV aberta tem observado uma queda de audiência em programas que antes eram infalíveis, como novelas e jornais. Para se adaptar a essa nova realidade a solução foi participar desse universo sob demanda online. A Globo criou o Globo Play, a Record o PlayPlus, a HBO o HBO GO e até empresas que aparentemente não são do segmento querem uma fatia desse mercado como a Amazon com o Amazon Prime. Para quem está indo morar sozinho a TV não está no topo da lista de prioridades, principalmente entre os mais jovens que cada vez menos fazem questão do aparelho em casa. Assistir um conteúdo muito variado, pelo celular, notebook ou tablet, pagando consideravelmente menos que uma TV por assinatura e com muito mais qualidade que a TV aberta é cada dia mais a onda do momento.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: