Raquel Dodge: o último grande ato

Conforme já tratado anteriormente no Blog, a PGR-Raquel Dodge vinha prejudicando várias ações da Lava Jato. Insatisfeito com a conduta da PGR o procurador José Alfredo de Paula – Coordenador Grupo da Lava Jato – pediu afastamento. Pesaram na decisão, além do latente freio aplicado na Lava Jato, a omissão de defesa pela PGR que assistiu calada a fritura dos procuradores atacados com material ilegal de hackers e manipulados por Greenwald. Dodge foi conduzida a PGR por Temer (era a 2ª da lista tríplice) e um explícito apoio de Gilmar Mendes. Fácil entender a morosidade da PGR com decisões referentes a Lava Jato, parece ter cumprido bem o acordado para sua nomeação retardando o andamento processual. Os oligarcas suspeitos vão agradecer o tempo ganho. Com esse histórico e felizmente, Raquel Dodge não deve ser reconduzida como PGR, é carta fora baralho.

#JoséAlfredodePaula/NovoPGR

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: